Tucano
Fernando Weberich - www.fernandoweberich.com
Em homenagem ao Dia da Mata Atlântica, comemorado hoje, 27 de maio, a Fundação SOS Mata Atlântica e o Inpe - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais divulgaram uma ótima notícia: a queda de 55% na média anual de desflorestamento da Mata Atlântica, com relação ao último levantamento realizado no bioma, em 2008.

O dado faz parte do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica 2008-2010 - lançado pelas duas organizações - que analisa a situação do bioma, nos últimos dois anos, em 16 dos 17 Estados brasileiros que abrigam a Mata Atlântica - apenas o Piauí ficou de fora do levantamento, por falta de critérios que permitissem identificar os limites do bioma na região.

Segundo o Atlas, em todos os Estados analisados, houve queda na média anual de desflorestamento da Mata Atlântica, sendo que os mais bem colocados do ranking foram Paraíba e Rio Grande do Norte, onde a taxa de destruição do bioma nos últimos dois anos foi de 0%.

Já o Estado que se saiu pior na conservação da Mata Atlântica, entre 2008 e 2010, foi Minas Gerais, que desflorestou 124,67 km², seguido da Bahia, com 77,25 km² de bioma destruídos - sendo que as matas secas foram as mais afetadas nas duas regiões. Ainda assim, houve queda de 43% e 52%, respectivamente, nas médias anuais de desflorestamento dos dois Estados.

Leia o artigo completo no site http://planetasustentavel.abril.com.br

Comentários



Alterar o fundo do site




Tags


Twitter
Twitter
Facebook
Facebook
RSS
RSS


Boletim
Receba as novidades do site por e-mail